Impacto nos Resultados Organizacionais e na Satisfação dos Colaboradores

0
115

“A tecnologia reinventará os negócios, mas as relações humanas continuarão sendo a chave do sucesso” Stephen Coeva

Atualmente existe uma forte competitividade e uma grande necessidade de evolução e rentabilidade das organizações, estamos a assistir neste momento a uma evolução de mentalidades nas filosofias empresariais, começa a ser compreendido o impacto que uma gestão dos recursos humanos adequada, tem na rentabilidade das organizações. Esta gestão impacta diretamente nos resultados da organização, porque a avaliação é feita a cada individuo como parte integrante de uma estrutura como um todo, assim como todos os seus resultados têm um impacto único final, (o indivíduo e a organização, por exemplo) mas também pela dificuldade de se chegar a consenso quanto à sua própria definição e natureza (Keating, 2001).

A Escola das Relações Humanas, nos finais dos anos vinte do século XX, vem alterar a abordagem clássica desenvolvida por Taylor, e toma como prioritário o colaborador como ser humano dando importância às suas motivações, sentimentos, satisfações e bem-estar do próprio tanto para consigo como para a organização.  Começa assim uma nova fase em que o trabalhador, está no centro das preocupações das organizações, a satisfação é um fator primordial. Em 1927 foi realizada a experiência de Hawthorne investigação de Elton Mayo a experiência tinha como objetivo conduzir várias situações entre os funcionários relacionando produtividade e condições físicas de trabalho, uma dos conclusões demonstrou que o simples facto de demonstração de preocupação para com os colaboradores, revelou ser suficiente para a sua motivação e satisfação, fazendo-as, consequentemente, produzir mais e melhor.

Em termos de impactos nas organizações a formação cria estímulos na criatividade, na capacidade de mudanças de comportamento e no desenvolvimento de um espírito crítico. Cria ainda, condições favoráveis para complementar conhecimentos já existentes, e trazem com isto, um conjunto de princípios fundamentais a serem observados no impacto dos resultados organizacionais.

A formação transmite estímulos motivacionais que incentivam a melhor execução das tarefas e o cumprimento dos objetivos pessoais e organizacionais. Estes estímulos resultam na realização pessoal, no reconhecimento social e no ganho material.

A formação é a melhor ferramenta de Recursos Humanos para aumentar a motivação. Por sua vez, a motivação no trabalho tem impacto no aumento da autoestima, na confiança dos colaboradores e aumenta a qualidade, como consequência, reduz o tempo de execução das tarefas, sendo este um dos pontos principais quando se fala dos benefícios da motivação no trabalho. Um colaborador motivado, trabalha mais rápido e melhor.

Os efeitos da Formação transferem os seus impactos para os ganhos e resultados organizacionais. Ou seja, a aposta no potencial humano com inserção de políticas que determinam valorizar o desenvolvimento das suas competências asseguram melhores resultados organizacionais e a satisfação dos colaboradores.