O desenvolvimento da estratégia sustentável é divido em 4 fases :

Estratégia sustentável
  • Risco que a empresa limita-se a cumprir a legislação e normas da sustentabilidade para lidar com riscos;
  • Eficiência na empresa aumenta a sua eficiência operacional através da introdução gradual de várias iniciativas de sustentabilidade;
  • Eficácia na empresa reforça também a sua eficácia comercial através da adoção e divulgação no mercado de muitas iniciativas de sustentabilidade;
  • Estratégia a empresa assume uma visão mais alargada do seu papel na sociedade e integra plenamente a sustentabilidade na sua estratégia.

Nas primeiras fases as empresas revelam com frequência uma postura reatava e só juntam a sustentabilidade na execução da estratégia. isso significa que a medida que os benefícios se tornam visíveis a abordagem passa a ser mais eficaz e a sustentabilidade é incluída na formulação da estratégia.

De acordo com criação de valor para os clientes não se resume a venda de produtos e serviços, há vários indicadores que permitem avaliar se os clientes ficam de facto satisfeitos e fidelizados. Ou seja, se a experiência menos positiva de compra e consumo vai resultar no abandono da empresa, no entanto a análise da criação de valor para os clientes deve ser abrangente e dinâmica.

Por outro lado os stakeholders prioritários para a criação de valor são os clientes. Porém se uma empresa com vendas insuficientes não reúne as condições necessárias para manter investidores, obter financiamentos, bem como contratar colaboradores ou adquirir fornecimentos.